Close

28/06/2017

Vinho do dia: Curva Del Capitán – Tempranillo – 2016

#vinhododia

#vinhododia

Pensei em chamar esse post de “Uma Ode ao Vinho Simples”…

#vinhododia de hoje é um vinho simples.

Para começar, precisamos entender que “simples” é a oposição de “complexo” e não de “elegante” muito menos de “bom”. Dito isso aviso: adorei esse vinho e vou explicar os motivos…

Conheci o Cueva Del Capitán na feira de vinhos do Adega Pelotas (loja que inclusive recomendo fortemente). Neste dia, um simpático espanhol associado a bodega estava presente conversando com todos sobre Madrid, sobre vinhos e sobre as suas impressões do Brasil. Conversamos bastante inclusive sobre o vinho que ele apresentava.

Era este o tal vinho “simples” da bodega: Linha de entrada, nada de barricas novas, nada de potencial de guarda. Um vinho que na Europa se espera comprar por €2,00 mas o nosso amigo espanhol se referia a ele com bastante orgulho, lembrando uma cozinheira que prepara um “arroz com feijão” caprixado. Um belo momento.

Vinho caprixado, saboroso. Pronto para acompanhar aquele jantar comum, que nem por isso deve ser desprovido de sabor. Salada e bife armonizariam perfeitamente.

Feito a base de Tempranillo, como normalmente são os produzidos em Castilla, esse vinho não apresenta paladar marcante ou taninos “aveludados”. No lugar de sinais de riqueza temos vários predicados típicos do vinho “do dia-a-dia”: principalmente leveza e equilíbrio.

Falando em Castilla, essa região não tem o glamour da Rioja e por isso termina oferecendo preços muito mais convidativos. Recomendo observar na próxima compra.

Para terminar, para quem está começando no mundo dos vinhos fica uma dica preciosa: alguns dias são de Barolos, outros de Cueva Del Capitán, mas todos os dias são dia de vinho.

Tempranillo on Vivino

Cueva del Capitán