Close

01/08/2017

Conheçam o Vinho do Gelo

Ice Wine

Para começar, esse tipo de vinho é tão raro em terras brasileiras que tive até dificuldade em escolher a tradução adequada para Ice Wine. Não sabia se localmente existe a tradição de chama-lo de “Vinho de Gelo”, “Vinho do Gelo” ou usar o termo inglês mesmo… Ficamos com Vinho do Gelo e para ajudar, segue uma tabela dos nomes usados pelo mundo.

País Ice Wine
Brasil 🇧🇷 Vinho do Gelo
Itália 🇮🇹 Vino di ghiaccio
Espanha 🇪🇸 Vino de hielo
França 🇫🇷 Vin de glace
Alemanha 🇩🇪 Eiswein

Embora existam vários tipos de vinho, produzidos em várias regiões e feitos com vários tipos de uvas diferentes, um dos mais exclusivos que você poderá encontrar é o Vinho do Gelo. Produzido apenas em situações climáticas muito específicas, conheça agora um pouco mais sobre essa joia em forma de bebida.

Mas afinal, o que é esse tal de Vinho do Gelo ?

Vinho do Gelo é um tipo de vinho de sobremesa produzido a partir de uvas que foram congeladas ainda no videira . Assim, os açúcares e outros sólidos dissolvidos não congelam, ao contrário da água, fazendo assim um mosto muito mais concentrado e doce.

Para produzir uma garrafa de vinho do gelo, podem ser necessárias uvas de videira completas. Uma vez que as uvas foram coletadas, elas são suavemente pressionadas, para coletar apenas primeiro mosto dessas uvas. A temperatura cria os cristais de água congelada, que é em parte separada, enquanto o restante se juntará aos açúcares e outras partículas durante a fermentação.

Uvas congeladas. Se perder o timming da colheita, perde-se tudo. Autor: (1)

Sua produção ainda hoje, apesar do desenvolvimento aprimorado das técnicas agrícolas, é bastante arriscado, uma vez que o gelo não pode vir no tempo correto e as uvas, já bastante maduras, podem ser perdidas antes da colheira. Dadas as condições climáticas serem tão específicas, uma produção é apenas encontrada regularmente no Canadá, responsável por 75% da produção, e na Alemanha, sendo que outros países em geral produzem apenas com alguma “sorte”.

Além de ser uma operação arriscada, o custo da produção também é considerável, uma vez que requer a disponibilidade de uma força de trabalho grande o suficiente para pegar toda a colheita dentro de algumas poucas horas, normalmente no início da manhã, quando o frio é suficiente para o manejo. Isto, aliado ao fato que o próprio congelamento gera perda de líquido e de volume, resulta em quantidades relativamente pequenas de Vinho do Gelo sendo feitas em todo o mundo, tornando-os geralmente bem caros e exclusivos.

Ice Wine, Niagara Falls, Canada

Parreiras congeladas no Canadá. Imagine tirar os cachos a mão, um-a-um no começo da manhã. Pior nem em Curitiba…
Autor: (2)

Com esse vinho exige muito do processo de vinificação e existe uma natural falta de disponibilidade de uvas congeladas no mundo, o produto final é extremamente raro. A verdade seja dita, o vinho de gelo, devido à quantidade escassa, pode ser extremamente caro e fora da faixa de preço para a maioria de nós no Brasil. O que não quer dizer que você não procure uma garrafa em sua próxima viagem internacional.

No Brasil, a primeira e única produção registrada de Ice Wines foi uma conquista da Vinícola Pericó em 2009 que produziu seu vinho a 1.300m de altitude. Um feito, sem dúvida, com uma safra única de apenas 3300 exemplares.

Pericó Ice Wine

Pericó Ice Wine 2009 – Quem encontrar uma garrafa dessas por aí pode me mandar por favor. Autor: (3)


Crédito das Fotos:

(1) By Dominic Rivard from Bangkok, Thailand (icewine grapes3) [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons

(2) By Craig Hatfield [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons

(3) Divulgação Pericó, disponível no site da empresa.